Data de postagem: 01/03/2021 14:15:11

O Ministério de Jesus - Modelo para o nosso ministério


Lucas 4.17ss

O ministério de Jesus é, sem dúvida, o modelo por excelência para o nosso ministério (Filipenses 2.5). Se quisermos exercer bem o nosso ministério, devemos prestar mais atenção às características permanentes do ministério de Jesus que podem nos orientar:

* O ministério de Jesus era transferido: do pai para Jesus, de Jesus para nós:
"Assim como o Pai me enviou eu vos envio..." Lucas 22.29.
"Eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça..." João 15.16.

* O ministério de Jesus tinha uma clara noção de continuidade histórica:
Jesus constantemente citava a lei e os profetas. Ele mesmo afirmou que não veio para abolir a lei, mas para cumpri-las. Seu ministério era uma continuidade dos homens e mulheres que Deus havia usado antes dele.

* O ministério de Jesus era um ministério cuja mensagem exigia mudança (Marcos 1.14-15):
A mensagem de Jesus começa com as palavras: ?"o tempo está cumprido". É chegado o Reino (Mc 1.15; 11.20).
A mensagem de Jesus era a "chegada do Reino de Deus". A proclamação do Reino exigia mudanças de quem anunciava e de quem recebia o anúncio (Mateus 9.16-17)
Se quisermos que nosso ministério recupere a atualize o sentido do ministério de Jesus, nossa proclamação deve exigir mudanças tanto de nós mesmos como daqueles/as que nos ouvem.

* O ministério de Jesus foi realizado na dependência do "Espírito do Senhor":
Antes de iniciar o exercício do seu ministério (de acordo com Lucas 4.17-21) Jesus foi à sinagoga e, tendo lido as palavras: "O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para anunciar boas novas aos pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos, e restauração da vista aos cegos e para por em liberdade os oprimidos, e para proclamar o ano aceitável do Senhor" concluiu: "Hoje se cumpriu esta escritura aos vossos ouvidos".
Nem mesmo Jesus ousou iniciar o seu ministério sem a certeza da unção do Espírito do Senhor.
Se queremos um ministério eficaz, não ousemos exercê-lo nas nossas próprias forças. Precisamos buscar constantemente a capacitação do Espírito Santo que é a fonte do entendimento e capacitação.

Que o exemplo de Jesus continue nos inspirando e sendo referência para todas as nossas palavras e ações.

Tenha um abençoado mês de março.

Bispo João Carlos


 voltar ao topo
Direitos Reservados
Igreja Metodista - Sexta Região Eclesiástica