Data de postagem: 01/10/2019 11:52:02

Nosso Deus é Insondável

"Grande é o Senhor, e mui digno de ser louvado; e a sua grandeza é insondável!"
Salmo 145.3

Conta-se que certa vez um artista foi visitar Daniel Boone (o grande explorador americano) a fim de pintar o seu retrato. Durante aquela visita o artista perguntou a Boone se algum dia ele havia se perdido na floresta. Ele respondeu: "não, eu nunca me perdi, mas uma vez eu fiquei confuso (aturdido) por três dias".

Assim é no nosso relacionamento com o nosso Deus. Nunca nos perdemos, mas muitas vezes ficamos "aturdidos" com a grandeza d'Ele.
Apesar de, em Jesus, Ele ter revelado muito dele mesmo a nós, nossa mente é muito finita para entender a grandeza de Deus.

Ele "faz coisas grandes e inescrutáveis, maravilhas sem número" Jó 5.9. O profeta Isaías disse que o Eterno Deus "... não se cansa nem se fatiga. E o seu entendimento é inescrutável? Isaías 40.28. E o apóstolo Paulo exclamou: "Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos" Romanos 11.33
É verdade que o nosso Deus é insondável. Mas ele nos sonda. Ele nos conhece. Ele nos ama. Ele cuida de nós.

Às vezes ficamos "aturdidos" com a maravilhosa graça do nosso Deus, mas acima de tudo, somos sempre "incrivelmente" abençoados/as.
Senhor, tu me sondas e me conheces
Tu sabes quando me assento e quando me levanto
De longe tu conheces o meu os meus pensamentos
Tu és o meu Senhor!

Se tomo as asas da alvorada
E se, então, me detenho nos profundos mares
Tu hás de guiar-me, Tua mão me susterá
Tu és o meu Senhor!

Tenha um abençoado mês de outubro

Bispo João Carlos

 voltar ao topo
Direitos Reservados
Igreja Metodista - Sexta Região Eclesiástica