Data de postagem: 30/11/2017 15:30:21

Belém - A Escolha do Improvável

"E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade" (Miquéias 5.2).

Belém era o lugar menos provável para que o Rei dos reis nascesse. Belém era pequena; velha e sem muito significado.
Belém era tão insignificante que nem Josué, no capítulo 15 e nem Neemias, no capítulo 11 a colocaram na lista das cidades de Judá.
Belém era tão pequena que não tinha o seu próprio líder militar. As cidades maiores tinham seu próprio comandante, mas Belém, e outras cidades do mesmo tamanho, eram dirigidas pelo comandante de uma cidade maior.

Entretanto, preste atenção nas palavras do evangelista João em 7.42: "Não diz a Escritura que o Cristo vem da descendência de Davi, e de Belém, da aldeia de onde era Davi". A pequena e 'insignificante' Belém era não somente o lugar escolhido por Deus para que o Messias nascesse. Ela já havia sido escolhida anteriormente para ser também o cenário do nascimento do rei Davi.

Essa é uma das mais significativas lições do advento: Deus tem prazer em usar as pessoas, as coisas e as situações consideradas ?menos prováveis?.

Veja o que o apóstolo fala em I Coríntios 1.26-29: "Porque, vede irmãos a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres que são chamados. Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes; E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são; para que nenhuma carne se glorie perante ele".

Deus continua desejando usar cada um/a em seu projeto. Quanto mais incapacitados nos sentimos, quanto mais fracos pensamos que somos, quanto menos provável nos imaginamos, mais ele deseja nos usar. Por quê? Porque assim as pessoas perceberão que é Deus agindo através de nós. Aquilo que o mundo considera sem valor e inútil Deus considera a matéria prima para realizar sua obra.

Nesse tempo de advento, coloquemo-nos disponíveis diante dele para testemunharmos as grandes coisas que ele fará através de nós.

Tenha um abençoado tempo de advento.

Bispo João Carlos

 voltar ao topo
Direitos Reservados
Igreja Metodista - Sexta Região Eclesiástica