Data de postagem: 29/11/2015 12:55:44

Advento - A reação dos pastores

"Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho. E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos será por sinal: Achareis o menino envolto em panos, e deitado numa manjedoura" (Lucas 2:8-12)

As primeiras pessoas a receberem a notícia do nascimento de Jesus foi um grupo de pastores.
Quando aqueles homens receberam a notícia, através de um anjo, ficaram perplexos e, sem palavras para descrever o fato, disseram um ao outro: "Vamos, pois, até Belém, e vejamos isso que aconteceu..." (Lucas 2.15). A surpresa foi grande. Eles não conseguiam descrever de maneira clara aquele evento maravilhoso. Assim, a primeira definição do maior evento da história foi apenas "isso que aconteceu".
Experiência parecida foi a do jovem curado por Jesus de sua cegueira: "Chamaram, pois, pela segunda vez o homem que tinha sido cego, e disseram-lhe: Dá glória a Deus; nós sabemos que esse homem é pecador.
"Respondeu ele, pois, e disse: Se ele é pecador não sei. Uma coisa eu sei, é que, havendo eu sido cego, agora vejo" (João 9.24-25).
"Isso que aconteceu" foi o próprio Deus, tornando-se ?Emanuel?. Tornando-se ?Deus conosco?.
"Isso que aconteceu" é a mensagem salvadora que precisamos continuar proclamando. Ela pode ser transmitida de maneira eloquente como o apóstolo Paulo conseguia fazer, mas pode ser transmitida de maneira simples como os pastores e aquele jovem cego fizeram.

Quando "isso que aconteceu" toca, de fato, a nossa vida, a religiosidade morta dá lugar a uma fé viva sobre a qual queremos falar e testemunhar a tempo e fora de tempo. E o natal deixa de ser apenas uma data no nosso calendário.

Tenha um excelente tempo de advento!

Bispo João Carlos

 voltar ao topo
Direitos Reservados
Igreja Metodista - Sexta Região Eclesiástica