Data de postagem: 26/07/2015 14:05:27

Integridade

"Quem anda em integridade, anda seguro..." (Provérbios 10.9)

Jó, tornou-se "o maior de todos os do Oriente" (Jó 1.3). Ela era "homem integro e reto" (1.1).

Daniel distinguiu-se entre os seus pares (presidentes e sátrapas) que, com inveja, "procuravam ocasião para acusar a Daniel a respeito do reino; mas não puderam achá-la, nem culpa alguma; porque Danel era fiel, e não se achava nele nenhum erro nem culpa" (Daniel 6.1-4).

Algo parecido aconteceu com José, a quem Potifar confiou todo o seu reino. José era confiável!

Esses homens não eram grandes pregadores, não tinham grande capacidade retórica, nem eram perfeitos. Mas eles eram íntegros! Integridade foi a marca do ministério de cada um deles e a razão da excelência do seu trabalho no Reino de Deus.

Obviamente a igreja se alegra com algumas características dos seus líderes tais como boa oratória; capacidade administrativa; humor; visão; determinação; força de vontade, etc. Como líderes, nós temos maior ou menor habilidade em cada uma dessas áreas. Integridade, porém, não é negociável.

Na verdade, integridade é o que qualquer empresa espera de seus funcionários; é o que os pais procuram cultivar em seus filhos e filhas; é o que esperamos de profissionais com os quais lidamos no nosso dia a dia, tais como médicos; professores; vendedores.

Mas acima de tudo, é o que Deus requer daqueles e daquelas que são chamados/as para liderar o seu povo.

Homens como Jó; José e Daniel andaram em integridade nos piores e nos melhores momentos de suas vidas. E porque andaram em integridade, andaram seguros!

Você e eu, com a graça de Deus, também podemos andar em integridade e andar seguros.

No amor de Jesus,

Bispo João Carlos

 voltar ao topo
Direitos Reservados
Igreja Metodista - Sexta Região Eclesiástica