NOSSA HISTÓRIA

A Igreja Metodista é um ramo da Igreja Cristã, ou seja, da Igreja Universal de Jesus Cristo. Teve o seu início no seio da Igreja Anglicana (Igreja da Inglaterra), como um movimento de renovação espiritual liderado por um homem chamado John Wesley, pastor anglicano, que possuía métodos de disciplina pessoal e cultivo espiritual que chamavam a atenção dos demais alunos da Universidade de Oxford, inglaterra. Daí vem o nome METODISTA.

Esse homem teve uma profunda experiência com Deus no dia 24 de maio de 1738, numa reunião de Oração que se realizou na rua Aldersgate, na cidade de Londres. Naquela noite, Wesley sentiu o seu coração estranhamente aquecido, movido pelo poder do Espírito Santo de Deus. A partir daquela data, ele passa a ser o grande líder espiritual do seu país: "O homem que salvou o seu século!"

Com o passar do tempo o movimento iniciado por Wesley cresceu, estruturou-se e organizou-se e passou a ser o que é hoje a Igreja Metodista, com ramificações em mais de sessenta países ao redor do mundo, e contando com mais de quatorze milhões de membros.

No Brasil, a Igreja Metodista começa a sua obra em 1867, quando chegam aqui os primeiros missionários norte-america-nos, oriundos da região sul dos Estados Unidos da América do Norte, se instalam no litoral fluminense, mais precisamente no Rio de Janeiro. A partir de 2 de setembro de 1930 a Igreja Metodista do Brasil proclama a sua autonomia, ou seja, passa a administrar os seus interesses sem a interferência da Igreja Norte-Americana, e passa a fazer parte, juntamente com as outras igrejas autônomas, do Conselho Mundial do Metodismo. Atualmente, a Igreja Metodista no Brasil está subdividida administrativamente em oito regiões eclesiásticas.

Cada Região Eclesiástica possui um bispo designado pelo Colégio Episcopal, que coordena os trabalhos das igrejas e distritos de sua Região. Este bispo é eleito pelo CONCÍLIO GERAL da Igreja Metodista, que se reúne dentro do período regular de quatro anos.

O COLÉGIO EPISCOPAL (Colegiado formado pelos bispos representantes das oito regiões) é o órgão de coordenação, conexidade, liderança e representatividade da Igreja Metodista no Brasil. Ele se organiza elegendo, dentre os seus membros, um presidente, um vice-presidente, um secretário, sendo que os demais se constituem em vogais, ou seja, assessores.


 voltar ao topo
Direitos Reservados
Igreja Metodista - Sexta Região Eclesiástica